Cristiano Carneiro

Cristiano Carneiro

Pro

Uma atração inexplicável por filmes antigos e esquisitos. Registrando o que assisti desde 2011.

Favorite films

  • Paths of Glory
  • Singin' in the Rain
  • High and Low
  • Twenty Years Later

Recent activity

All
  • Exorcist II: The Heretic

    ½

  • Tenebre

    ★★★★

  • Captain Clegg

    ★★★

  • Friday the 13th Part VI: Jason Lives

    ★★½

Recent reviews

More
  • Exorcist II: The Heretic

    Exorcist II: The Heretic

    Hooptober Ocho
    Filme 07/31

    Essa continuação pega tudo que o original trouxe de interessante e joga completamente no lixo.

    Se na primeira parte acompanhávamos os dilemas do Padre Caras, sua culpa pelo abandono da mãe e pela perda da fé; aqui vemos o Padre Lamont andando por aí, tentando recuperar sua fé.

    A trama é errática, arrastada (além de racista na sua representação de ritos africanos). Pazuzu disputando com o Padre Merrin o poder dos telepatas/curandeiros é algo digno da…

  • Tenebre

    Tenebre

    ★★★★

    Hooptober Ocho
    Filme 06/31

    Argento faz um grande trabalho em manter o suspense da trama e o interesse do espectador em descobrir a identidade do assassino. As mortes vão ficando mais gráficas e exageradas a medida que o filme vai se aproximando de seu clímax, refletindo toda desintegração psicológica do assassino.

Popular reviews

More
  • Elena

    Elena

    ★★★★★

    Elena está morta desde 1990. Paradoxalmente, Elena está viva até hoje.

    Diante do expectador não surge a Elena real, mas um fantasma, produto das memórias e impressões daqueles que com ela conviveram. Um fantasma que se faz presente mesmo hoje na vida de Petra e de sua mãe.

    O estilo de filmagem adotado, com a câmera sempre muito próxima do rosto de quem fala, mostrando detalhes de pele, cabelos, olhos, enquanto desfoca o restante do campo transmite ao expectador a…

  • The Day Dorival Faced the Guards

    The Day Dorival Faced the Guards

    ★★★★★

    Alegoria sobre a estupidez de seguir ordens sem questionar e sobre a brutalização a que isso leva. Um dos curtas mais premiados da história do cinema brasileiro, e com justiça.