• Requiem for a Dream

    Requiem for a Dream

    Assista em um lugar confortável, porque depois que o filme acabar você vai continuar no mesmo lugar, olhando pra tela por, no mínimo, meia hora, absorvendo tudo o que acabou de passar diante dos seus olhos.

    Como não dar 5 estrelas? Tecnicamente e emocionalmente perfeito.

  • Confessions

    Confessions

    Que filme do CARALHO! No mesmo nível das melhores histórias sobre vingança, desde "O Conde de Monte Cristo" até "Kill Bill", passando pela trilogia do Park Chan-wook. Foda!

  • Stand by Me

    Stand by Me

    Esse filme é incrível em tantos níveis que nem sei explicar. Ao mesmo tempo em que é só uma história boba de alguns garotos indo atrás de diversão, ele te toca e faz compreender certos aspectos da vida sob outra perspectiva, principalmente (no meu caso) sobre a liquidez das relações que traçamos com as pessoas próximas de nós e o quanto tudo é tão volúvel.

  • Parasite

    Parasite

    ★★★★★

    Impressionante como a cada vez que revejo acho melhor. Acabei de assistir pela quinta vez e ainda continuo me impressionando com muita coisa, seja o roteiro perfeito, a trilha sonora espetacular, a direção (esse é um ponto que me chamou mais a atenção agora, há diversos planos-sequências no longa), o design de produção, enfim, se "Parasita" vencesse em todas as categorias do Oscar não seria exagero.

  • Three Colors: Blue

    Three Colors: Blue

    ★★★★★

    Revejo de tempos em tempos só pra confirmar a perfeição dessa obra. Nunca a liberdade foi tão bem retratada no cinema.

  • The Father

    The Father

    ★★★★½

    É interessante que quando o filme acaba você percebe que não conhece nenhum dos personagens, assim com o Anthony não (re)conheceu. Tudo são metáforas, são suposições. Não sei a Anne foi ou não pra Paris, se está ou não casada, se conheceu ou não um francês, se há uma cuidadora e etc. Interessantíssimo colocar essa perspectiva do lado de cá, de quem está assistindo. Quando acabou, eu fiquei com a sensação de nem sequer saber como me sentir, achei tristíssimo.

  • Dangerous Minds

    Dangerous Minds

    ★★★½

    Confesso que eu esperava um filme mais barra pesada, mas até que é leve e tranquilo, o desenrolar das histórias se deu de maneira superficial, mas necessária. Acho que este filme reflete o famigerado clichê de que a educação muda as pessoas (e muda mesmo!).