Giant

Giant

Baseado no romance de Edna Ferber, o filme relata a vida de duas gerações de uma família rica do Texas. Temas como liberdade feminina, influência econômica e política e intolerância racial são muito bem trabalhados no filme, fazendo-o ser considerado pela recista Time como o "mais contundente legado anti-intolerância jamais levado às telas". Em suas três horas e meia de filme, tais temas surgem com frequência, ao mesmo tempo que são intercalados com cenas mais leves e até engraçadas, fazendo de Giant um filme extremamente agradável, leve, e ao mesmo tempo profundo. ⁣
A mise-en-scène desenvolvida parece ter à todo momento o objetivo de separar os personagens pelas suas situações psicológicas e econômicas através do cenário, de forma até semelhante com filmes modernos como Parasita. ⁣
O filme também marca a última passagem de James Dean nas telas, tendo ele nem assistido ao filme graças a sua prematura morte. ⁣
Giant rendeu um Oscar de melhor diretor para George Stevens, além de outras nove indicações ao Oscar. É um ótimo filme, que, além de bom entretenimento, tem sucesso em ser apresentar como o retrato de uma época do Texas.⁣