Ma Rainey's Black Bottom

Ma Rainey's Black Bottom ★★★½

Ma Rainey’s Black Bottom é um filme que segue um estilo de teatro ao se apoiar nas suas grandes atuações.
O filme acaba sendo um retrato de um momento bem curto da vida desses personagens, quase que como um filme em tempo real. Imagino que isso seja herança da peça de teatro escrita por August Wilson, na qual o filme se baseia. O ritmo do filme segue muito bem, passando a impressão de você estar assistindo uma peça, mas sem perder o valor cinematográfico.
A direção de George C. Wolfe é muito coerente em valorizar o espaço levemente claustrofóbico e as atuações, que acabam sendo o que mais se destaca no filme. Ele usa muitos closes para valorizar os monólogos que tem esse espirito teatral, que não incomodam em momento algum. A própria forma que a câmera transita pelo cenário, orbitando os atores, acaba reforçando isso.
Outros grandes méritos estão na trilha sonora (é um filme sobre Blues então isso é meio esperado), maquiagem, figurino, ambientação e design de produção. É um filme bem feito e inegavelmente merece reconhecimento na temporada de premiações.
Viola Davis está irreconhecível e absolutamente fantástica. Ela não tem tanto tempo de tela assim, mas sua presença é muito forte e sua interpretação memorável, tendo alguns dos melhores e mais poderosos monólogos do filme. Glynn Turman, Colman Domingo e Michael Potts não tem tanto espaço assim, mas conseguem manter a qualidade e contracenam muito bem juntos.
Inegavelmente o grande destaque do filme é o Chadwick Boseman. Chega a ser triste ver o quanto de talento e potencial que o ator tinha e mesmo não tendo visto todos os seus filmes acredito que esse seja seu melhor trabalho. Ele dá muitas camadas para o personagem e passa um controle corporal absurdo, especialmente nas expressões faciais.
O filme acaba falando de muitos temas, mas nenhum deles chega a ser bem desenvolvido. Ele começa muitas discussões e não da um ponto final para grande parte delas. Isso não me incomodou tanto assim, mas reconheço que é um problema.
Ma Rainey’s Black Bottom pode não ser perfeito, mas funciona na sua proposta e apresenta duas das melhores interpretações do ano.

Mr. Tambourine Man liked these reviews