Call Me by Your Name ★★★★

Direção do Luca Guadagnino aqui è perfeita, ele tem um cuidado absurdo em todos os detalhes da composições das cenas, destaco a belíssima   representação do verão e dos anos 80 com uma paleta bem forte e bem saturada mas com a leveza de uma cidade da Itália com tons de bege e bem  arborizada com BASTANTE verde de matas, jardins, lagos, o filme está muito relacionado a está pegada do Elio e Oliver junto a paisagem e ficou lindo está interação. O trabalho de cor é realmente incrível 

Elio interpretado aqui brilhantemente pelo nosso queridinho Timothée foi o personagem que mais me apeguei, já com Oliver confesso que foi o maior problema que eu tive com o filme e talvez seja o motivo de eu ter dado apenas 4/5, as cenas de interação e amor dos dois é boa e tals dava pra ver que eles tinham um elo muito forte mas eu não conseguia sentir simpatia com ele, sério, sei la não consigo explicar, desde o início do filme, simplesmente não me conectei com ele e após refletir um pouco sobre o filme e analisando suas atitudes perante ao Elio e como não teve consciência e nem maturidade do que estava fazendo e mexendo com a mente de um menino de 17 anos me fez ter ainda mais ranço dele, me tirando do clima em muitos momentos dramáticos e de romance. 

Vale exaltar também o os pais de Elio e como lidaram com este romance. O monólogo  final com o pai è maravilhoso e emocionante, pra mim a melhor cena do filme.

E O jeito que acaba o filme é um soco no estômago...