Favorite films

  • Daisies
  • Close-Up
  • Apocalypse Now
  • Opening Night

Recent activity

All
  • Wheel of Fortune and Fantasy

    ★★★★½

  • Cabeça de Nêgo

    ★★★½

  • Quando Chegar a Noite, Pise Devagar

    ★½

  • My Uncle Tudor

    ★★★

Recent reviews

More
  • Wheel of Fortune and Fantasy

    Wheel of Fortune and Fantasy

    ★★★★½

    "Roda do Destino" se faz entre a "sorte" e a "fantasia" do título em inglês. As personagens vivem uma série de acasos com outras personagens e, para cada um deles, respondem performando, julgando e fantasiando. Eventualmente, uma consegue se conectar com a fantasia criada pela outra, mas logo são cruzadas por novos acasos, e a relação precisa ser ressignificada. Nem sempre se reconectam, mas o que vale é o exercício inesgotável de tentar acessar afetos, desejos e tabus do outro.

    >>> Comentário completo aqui.

  • Cabeça de Nêgo

    Cabeça de Nêgo

    ★★★½

    Em “Infiltrado na Klan”, há uma série de discursos de palanque, aulas a Panteras Negras supostamente já esclarecidas e um tom professoral em toda conversa sobre antirracismo. “Cabeça de Nêgo” bebe da fonte de Spike Lee, mas adiciona um fator que desloca essa dinâmica: espontaneidade. Há uma atitude jovem que endeusa personalidades, fica excitado com cada descoberta, age por impulso, se exibe para impressionar a mocinha, e sonha um futuro utópico. No filme de estreia, Déo Cardoso esbanja essa espontaneidade…

Popular reviews

More
  • Three Summers

    Three Summers

    Um "Que Horas Ela Volta?" piorado, que já não era lá essas coisas, a começar pelo papel de caseira dado a Regina Casé. Em certo ponto, até a cena da piscina, ainda que com personagens secundários, é replicado como liberdade às desigualdades sociais.

    "Três Verões" também não é sutil em como confronta a realidade patrão-empregado. Se Casé repete inúmeras vezes que seu celular é pré-pago, o chefe chega a arremessar o celular ao mar num acesso de raiva. Se Casé…

  • Before Sunrise

    Before Sunrise

    ★★★★★

    Ver no final os espaços por onde passaram vazios, os dois em vagões separados e o tempo cobrando as rotinas costumeiras é dolorido, mas também reconhece a convergência de todos esses fatores. Não existe Jesse e Celine não fosse Vienna; cemitério, roda gigante, banquinho da praça nada seriam se só um deles tivesse descido; também nada mudaria se os dois tivessem descido, mas em datas diferentes; e se tudo combinasse, mas em vez de Celine, fosse Camille, talvez fossem outros…