• The Conjuring: The Devil Made Me Do It
  • Inland Empire

    Inland Empire

    ★★★½

    como todo filme do Lynch, é uma experiência única. a digestão pode não ser muito fácil, mas o prazer sublime do consumo compensa. muito bom. eu te amo

  • Mulholland Drive

    Mulholland Drive

    ★★★★★

    acabei de rever esse chapada e confesso que tornou a experiencia ainda melhor que da primeira vez... esse foi o primeiro contato que tive com o cinema do lynch e me impactou bastante na epoca (ate hoje)... continua sendo um dos melhores filmes q ja vi.

  • Twenty Years Later

    Twenty Years Later

    ★★★★★

    "Enquanto houver a fome e a miséria atingindo a classe trabalhadora, tem que haver luta dos camponeses, dos operários, das mulheres, dos estudantes e de todos aqueles que são oprimidos e explorados."

    gostaria de falar alguma coisa mais aprofundada sobre esse documentario, mas ainda to digerindo aqui... pesadissimo, mas necessario. ressalta a urgencia da revolução agrária, a luta e a resistência de camponeses, a brutal exploração e repressão do latifúndio. uma das melhores coisas que vi ultimamente, e acho que todo brasileiro deveria ver. é uma luta que faz parte da nossa história. eu te amo eduardo coutinho

  • The Seventh Seal

    The Seventh Seal

    ★★★

    não sou obrigada a ser cult

  • Grave of the Fireflies

    Grave of the Fireflies

    ★★★★

    meu deus que tristeza

  • In the Mood for Love

    In the Mood for Love

    linda história de um chifre
    sempre deixa a história de um romance proibido mais emocionante..

  • La Haine

    La Haine

    ★★★★½

    “É a história de uma sociedade que cai, e durante sua queda continua a repetir para si mesma: ‘até aqui, tudo bem…até aqui, tudo bem…até aqui, tudo bem…’.

  • The Florida Project
  • Suspiria

    Suspiria

    ?!!!!????????!?!?!?!?!!!!!

  • SLC Punk

    SLC Punk

    ce é louco punk...

  • Persona

    Persona

    ★★★★★

    Existe uma atemporalidade na obra de Bergman, em sua investigação e desnudamento dos conflitos humanos, semelhante com o que encontramos em grandes autores dos clássicos da literatura, a exemplo de Dostóievski e até mesmo no filósofo existencialista Sartre.

    A obra é subentendida, conflituosa, pessoal e psicanalítica. Como diria o psiquiatra suíço Carl Jung: “a persona é um complicado sistema de relação entre a consciência individual e a sociedade; é uma espécie de máscara destinada, por um lado, a produzir um determinado efeito sobre os outros e por outro lado a ocultar a verdadeira natureza do indivíduo."