Favorite films

  • Stalker
  • Satantango
  • Jeanne Dielman, 23, Quai du Commerce 1080 Bruxelles
  • Au Hasard Balthazar

Recent activity

All
  • Animando

    ★★★★

  • Twin Peaks

  • Pátio

    ★★★

  • Maranhão 66

    ★★★½

Recent reviews

More
  • Paranormal Activity: Next of Kin

    Paranormal Activity: Next of Kin

    ★★½

    Até existe uma certa independência quando comparado ao formato dos últimos spin-offs, eram filmes que se aproveitavam da dialética dos quatro primeiros sem se afastar da formalidade do uso de câmeras, mesmo intercalando com uma filmagem mais desesperada.

    É um filme que se afasta disso tudo por ser despreocupado com as fics que geravam mais perguntas, não chega a ser um problema, mas não parece fazer muito sentido o longa levar o nome da franquia, já que nem toca no…

  • Uski Roti

    Uski Roti

    ★★★★½

    Ainda que se afaste de uma estrutura narrativa muito convencional, é bem cru como segue uma dramática com poucos diálogos e resgata um formalismo meio bressoniano na mise-en-scene, isso tudo sem se afastar do sufocamento pessoal que o Khaul propõe.

    Existe uma atenção íntima nos planos-detalhes que interligam a relação do seco espacial e dos rostos inexpressivos, sem falar nos closes específicos feitos nas mãos a partir de algumas interações.

Popular reviews

More
  • Luca

    Luca

    ★★★½

    É mais Ghibli narrativamente do que esteticamente. Ele incorpora a questão mitológica e com isso parte pra um estudo emocional mais pessoal de cada personagem, sem tirá-los do objetivo que é o fator que mantém toda a conexão.

    A pauta sobre a sexualidade é mais que válida, o cinema é isso, aqui não existe uma versão absoluta sobre o tipo de aceitação que cada um busca, existe toda um leitura social que pode ser feita, assim como em Marnie de 2014 com seus vários temas.

  • The Conjuring: The Devil Made Me Do It

    The Conjuring: The Devil Made Me Do It

    ★★

    Mais um do universo que se segura no based on a true story buscando um alento na direção do Wan. O primeiro filme tinha uma noção espacial que concentrava uma tensão no lado exterior e interior da casa, talvez um dos longas que melhor desenvolveu algo inovador usando os jump scares de uma forma bem conciliada dentre os tantos outros que pareciam tributos medíocres ao exorcista.

    Até a inspiração do Chaves fica apagada dentro da conexão que ele elabora com…